Sobre Deboísmo

12:41

Sempre tive vontade de ser uma pessoa menos estressada, sem tantas cobranças, com uma energia mais plena e com uma vibe boa, mas com a correria do dia a dia era quase impossível parar e refletir sobre tudo isso, porque além de super estressada eu era muito ansiosa e ainda sou um pouco, confesso.

Então, depois de uma vida de estresse, me estressando com a fila do mercado, com a lerdeza da atendente de telemarketing, com a burrice da colega de trabalho, com as pessoas que param na frente do espelho que você está usando na academia, com mimimi no Facebook, resolvi abstrair tudo e deixar para lá.

Eu não sei bem como aconteceu e não foi algo do nada. No começo é difícil, quando você resolver ser de boa surgem situações que te obrigam a sair do rumo, mas aí entra o autocontrole, é quando você começa a contar até 10 antes de dar uma resposta atravessada ou jogar tudo para o alto.
Em 2016 aconteceram tantas coisas ruins no mundo mas eu tentava me desligar de todas as energias negativas, dessas notícias de tragédia para que minha vida fosse mais leve.
Sempre fui uma pessoa sensitiva e atraía tudo pra mim, isso só piorava minha ansiedade e cheguei a ir ao psicólogo pra ver o que estava acontecendo aqui dentro de mim. Na verdade era só uma fase turbulenta, coisas do trabalho e do dia a dia que aumentava minha preocupação, ficava pensando nas contas, nos planos que eu tinha feito e que não iam dar certo, sempre me preocupando com o futuro ao invés de viver o presente. Mas foi então que eu comecei a respirar fundo antes de afundar!  Comecei me livrando de pessoas negativas e as que eu não consegui me livrar, aprendi a ignorar a negatividade delas. Estava tentando ser uma pessoa mais positiva, procurava frases positivas na internet e postava no meu Intagram, certo dia achei um perfil de Deboísmo no Insta e fui ler sobre o que se tratava, e por acaso acabei caindo no Canal da Lu Ferraes, em um vídeo onde ela fala como se tornou deboísta.
Este vídeo era a chave que estava faltando para eu abrir essa porta na minha vida. Me ajudou muito, fez eu enxergar muitas coisas e ver que eu estou no controle e que as coisas a partir daquele dia seriam do jeito que eu escolhesse. 
Outra técnica que foi fundamental na minha transição para o deboísmo, foi o uso das palavras. Ao invés de argumentar ou discutir eu comecei a usar algumas palavrinhas que cessam qualquer conversa que não vai chegar a lugar nenhum. Sigam os exemplos.
Sei…
Entendi…
Compreendo…
Faz sentido…
Se você diz quem sou eu para discordar…
De boa…
Tudo bem, faça o que achar melhor…
Você está certo…
Concordo…
Na maioria das vezes essas frases não são verdades, mas apenas algumas dessas palavrinhas evitam grandes barracos e fazem um bem danado para a sua paz de espírito.
Óbvio que não é fácil deixar para lá… É um exercício constante de autocontrole, mas acredito que escolher as discussões em que vamos entrar nos poupa muita energia que pode ser usada para o bem, para conversar com quem está aberto ao debate e que vai nos acrescentar algo.
Trata-se também de um exercício de humildade, você não precisa ter a palavra final sempre, é necessário desapegar de ter razão com quem não é importante para você. Eu não estou dizendo para ligar o botão do foda-se e deixar o mundo se explodir, só estou dizendo que muita coisa pode ser deixada para lá.
Muitas vezes, depois de alguma situação incômoda que não demos a resposta à altura ficamos pensando que poderíamos ter dito mais… E eu comecei a ver que só vale a pena se arrepender do que não foi dito se for algo bom. Se for alguma ofensa ou algo nocivo é melhor se arrepender de não ter dito do que ter dito.
Não percebemos, mas todos os dias temos hábitos que nos impedem de ser de boa. Fofocar, ver desgraça nos meios de comunicação, seguir pessoas sem noção nas redes sociais, se irritar com coisas que não estão ao nosso alcance… Tudo isso é veneno e vai nos corroendo por dentro e adivinha quem esse veneno mata?
deboísmo é algo que precisa ser buscado frequentemente. Sempre vai ter alguém querendo te tirar do rumo da paz e da serenidade, mas como tudo na vida é questão de prática. Se antes você precisava respirar fundo antes de mandar alguém para o inferno, em breve você conseguirá sorrir e dizer que está tudo bem.
Juro que ficar de boa só traz benefícios, aos poucos as pessoas que gostam de discussões sem sentido e que tem uma energia pesada vão se afastando ou mudando a postura porque percebem que você está em outra sintonia… O que antes era um esforço torna-se natural.
É importante lembrar que não se trata de deixar tudo para lá e sim escolher com serenidade quais brigas valem a pena ser compradas, com quem e por quem. Pensando nisso, sempre lembro dessa frase: se seu problema tem solução, então não há com que se preocupar. Se seu problema não tem solução, toda preocupação será em vão.


Um feliz 2017 à todos que são de boa assim como eu!

✿Acompanhe nas redes sociais✿
 Youtube: www.youtube.com/patlopescom
Twitter: @patzinhalopes
 Instagram: @patzinhalopes
 Fanpage: https://www.facebook.com/patlopespontocom
E-mail: contatodapat@gmail.com

Você poderá gostar

2 comentários

Obrigada por comentar, fique à vontade para deixar sua opinião, sugestão ou dúvida!
Quem tiver um blog também, deixe o link no final do comentário para que eu retribua a visita ;)

Beijos ;*

INSTAGRAM